Ilha do Pelado, Paraty (Costa Verde)

As águas cristalinas da ilha do Pelado são convidativas para um refrescante banho de mar, as ondas não são fortes, ou seja, uma excelente opção para ir nas férias de verão com a família.

Ao chegarmos na ilhota, ficamos um tempo no Restaurante da Bete embaixo de algumas sombras de uma florida primavera. Os pratos e porções servem 2 ou até 4 pessoas, no entanto, tem o preço um pouco elevado se comparado com os restaurantes da região, sendo, então, uma alternativa, comer um pastel (preço de 10 a 15 reais), ali mesmo no bar da Bete em vez de almoçar.

Pensa em um lugar charmoso! Descubra os encantos da ilha do Pelado e ilha do Cedro, localizadas a quase 30 km de Paraty e pouco conhecidas pelos turistas.

Para quem busca um roteiro turístico “fora do óbvio”, não pode deixar de visitar alguns arquipélagos existentes na região. Sendo assim, indicamos o Cedro e o Pelado, duas belas ilhas bem próximas a Costa Verde, no extremo sul do estado do Rio de Janeiro.

E, para chegar nesse verdadeiro paraíso e ter um passeio agradável, preparamos um post com muitas dicas. Confira!

Com águas calmas e o mar super cristalino, a Ilha do Pelado é uma das mais bonitas e paradisíacas do litoral do Rio de Janeiro.
O acesso é somente de barco, mas você pode ficar no lugar quanto tempo quiser.
A praia tem poucas barracas e os preços são caros por causa da logística. A ilha não tem água nem energia, e tudo que é usado por lá é pensado para não poluir o ambiente. Nas barracas não se utiliza nada de vidro.
Um dos restaurantes mais tradicionais é o Restaurante da Bete. É a própria Bete que cuida da decoração da barraca, cheia de flores, e também zela pela preservação do local.
O pessoal de lá conta que o nome da ilha é porque antigamente os escravos eram mortos pelados no local, e os corpos jogados numa toca de pedra atrás da ilha (inclusive pesquisadores encontraram ossadas na ilha).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.